terça-feira, 29 de julho de 2014

Pensamentos daqui e dali



Aprenda a confiar no que está acontecendo.
Se há silêncio, deixa-o aumentar, algo surgirá.
Se há tempestade, deixa-a rugir, se acalmará.

(Lao Tsé)

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Acho que é isso ...

A paz que tanto procuramos não está na previsibilidade e na constância, e sim no reconhecimento de que ambas existem:  nada é previsível nem constante. E isso enlouquece a maioria das pessoas.
Quer dizer que não temos poder nenhum? Pois é, nenhum. É um choque. Mas o segredo está em acostumar-se com a ideia. Só então é que se consegue relaxar e se divertir.
Ou seja, a pessoa de mente saudável é aquela que, sabedora da sua impotência contra as adversidades, não as camufla e sim as enfrenta, assume a dor que sente, sofre e se reconstrói, e assim ganha experiência para novos embates, sentindo-se protegida apenas pela consciência que tem de si mesma e do que a cerca o universo todo, incerto e mágico.
Acho que é isso. Espero que  seja isso, pois me parece perfeitamente curável, basta a coragem de se desarmar.
O sujeito com a mente confusa é um cara assustado, que se algemou em suas próprias convicções e tenta, sem sucesso, se equilibrar em um pensamento único, sem se movimentar. Já o sadio baila sobre o precipício.

(Martha Medeiros)


quinta-feira, 24 de julho de 2014

Unidade



Existe uma história que relata uma conversa entre os dedos da mão. Cada um exaltava sua própria importância. O polegar dizia que era o mais importante porque com ele se faz a impressão digital. O indicador dizia que ele é usado para apontar Deus, sendo assim o mais especial. O dedo médio se achava o melhor porque é o maior. O anelar dizia ser o dedo onde todos usam o anel. E o dedo mínimo dizia ser muito cooperativo e por isso imprescindível.
Porém, individualmente nenhum deles é capaz de realizar uma tarefa. Todos precisam trabalhar juntos.
Essa é a maravilha da unidade.
(Dadi Janki)

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Pensamentos daqui e dali



Tenho medo das pessoas excessivamente felizes, 
das que desconsideram o cansaço existencial 
que até os crentes experimentam.
Tenho medo dos que se acham donos da verdade, 
dos que esqueceram que foi numa praça 
de trocas que a Filosofia começou.
Tenho medo das pessoas que descartam a dúvida, 
das que abrem mão do bom senso em nome de Deus.

(Pe. Fábio de Melo)

terça-feira, 22 de julho de 2014

Hibernação

Às vezes você é frio, às vezes você não é. Não crie um problema a partir disso. Quando frio, seja frio e não se sinta culpado por isso.
Não há necessidade de permanecer caloroso vinte e quatro horas por dia. Isso seria cansativo. A gente precisa de um pouco de descanso. 
Quando você estiver frio, a energia estará se movendo para dentro; quando você estiver caloroso, a energia estará se movendo para fora. 
É claro, as outras pessoas gostariam que você sempre fosse caloroso, porque a sua energia se moveria em direção a elas. Quando você estiver frio, sua energia não estará se movendo em direção a elas, e elas se sentirão ofendidas. 
Elas lhe dirão que você é frio. Mas cabe a você decidir. Nesses momentos frios você hiberna, você vai para dentro de seu ser. Esses são momentos meditativos.
Assim, esta é minha sugestão: quando você se sentir frio, feche as portas para os relacionamentos e para o estar com as pessoas. Ao sentir que você está frio, vá para casa e medite. Esse é o momento certo para meditar.
Com a própria energia se movendo para dentro, você pode montar nela e ir até o âmago mais profundo do seu ser. Não haverá luta, você poderá simplesmente se mover com a corrente. 
E, quando você estiver se sentindo caloroso, mova-se para fora. Esqueça-se de tudo sobre meditação e seja amoroso. Use ambos os estados e não se preocupe a respeito.

(Osho)


segunda-feira, 21 de julho de 2014

Luz da semana



Não importa como seja a atmosfera ou a pessoa, nossa ocupação especial é cooperar: através da nossa própria transformação, relatando as nossas aquisições, permanecendo com o rosto sempre alegre, aumentando o ânimo e entusiasmo de alguém ou doando virtudes. Seja qual for a sua especialidade, use-a e coopere. 
Você está recebendo a bênção do Pai, para se tornar mestre benfeitor do mundo.
(Brahma Kumaris)