sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Entre aspas







Torne -se comum e você será extraordinário; tente se tornar extraordinário e você continuará sendo comum.
(Osho)

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Contando um conto



Disseram-me que você é sábio… 
Por favor, diga-me que coisas pode fazer um sábio que não estão ao alcance das demais pessoas.
O ancião lhe contestou: Quando como, simplesmente como; durmo quando estou dormindo, e quando falo com você, só falo com você.
Mas isso também posso fazer e não por isso sou sábio, contestou-lhe o homem, surpreso.
Eu não acho assim, replicou-lhe o ancião. Pois quando você dorme, lembra-se dos problemas que teve durante o dia ou imagina o que você pode ter ao se levantar. Quando você come, está planejando o que vai fazer mais tarde. E enquanto fala comigo pensa em que vai me perguntar ou como vai me responder, antes que eu termine de falar.
O segredo é estar consciente do que fazemos no momento presente e assim desfrutar cada instante do milagre da vida.

(Anthony de Mello)


quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Coisas d'alma



Caminhando, eu ouço um caminho mais profundo. De repente percebo meus ancestrais.
Disseram-me: Observe e ouça. Você é o resultado do amor de muitos.
(Linda Hogan)

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Palavras



Quando o vento esparrama uma nuvem, não dá mais pra ser refeita.
Então o céu se enfeita de azul e se prepara para novas formas.
(Uti)

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Luz da semana



Nada existe por si só. Todos nós pertencemos uns aos outros; não podemos cortar a realidade em pedaços.
Minha felicidade é a sua felicidade; meu sofrimento é seu sofrimento.
Nós nos curamos e nos transformamos juntos.
(Thich Nhat Hanh)

sábado, 9 de dezembro de 2017

Porque hoje é sábado



Guardar uma coisa não é escondê-la ou trancá-la.
Em cofre não se guarda coisa alguma.
Em cofre perde-se a coisa à vista.

Guardar uma coisa é olhá-la, fitá-la, mirá-la por
admirá-la, isto é, iluminá-la ou ser por ela iluminado.

Guardar uma coisa é vigiá-la, isto é, fazer vigília por
ela, isto é, velar por ela, isto é, estar acordado por ela,
isto é, estar por ela ou ser por ela.

Por isso melhor se guarda o voo de um pássaro
Do que um pássaro sem voos.

Por isso se escreve, por isso se diz, por isso se publica,
por isso se declara e declama um poema:
Para guardá-lo:
Para que ele, por sua vez, guarde o que guarda:
Guarde o que quer que guarda um poema:
Por isso o lance do poema:
Por guardar-se o que se quer guardar.
(Antonio Cicero)